top of page

RICARDO

TOLEDO

Ricardo é carioca e mora no Rio de Janeiro, tem 48 anos é sushiman, tatuador e artista plástico.

Participante da União Bonsai Rio de Janeiro desde 2022 e desde sua adolescência gostava de miniaturas de árvores, mas somente com 46 anos comprou seu primeiro bonsai, uma muda em supermercado que morreu. A partir daí  começou a estudar e desenvolver sua técnica.

Esse é o primeiro concurso que Ricardo participa.

 

"Representa uma experiência muito boa, pois cultivar bonsai, onde cada ação tem uma reação viva, diferente da pintura e desenho, no bonsai tenho que agir com paciência, saber fazer escolhas certas, consertar os erros, etc...
A conexão com o bonsai me traz tranquilidade, um elo entre eu e a natureza, onde aos poucos a cada investigar vou descobrindo novas coisas."

14 - Ricardo Ferreira.jpeg

primeiro trimestre
ABR-MAI
-JUN/2023

O dia que recebi a planta ao chegar em casa eu coloquei o piteco que estava com o substrato seco, em imersão em água por 30 minutos, verifiquei a presença de 2 cochonilhas brancas e retirei, após eu dei uma limpeza com uma escova de dente macia inibida em água em todo o tronco, e apliquei calda sufocalcica diluída ( duas tampas de refri para 500 ml de água ) na planta toda.
 

Apliquei adubo yshiama 1 ½ medidor por cima do substrato dei uma mexida superficial para misturar e reguei um pouco.
 

Então na madrugada do dia 28/03 comecei a podar e depois parti para o transplante, pois estava chovendo desde cedo e pelo que eu havia escutado, essa semana seria de chuva! Um dia bom então para isso ! Acho que nesse meio tempo o uso de yshiama deve ter dado uma moralzinha nele !

 

No processo, eu me preocupei em tentar salvar o máximo de raízes capilares, e optei em lavar as raízes, mergulhei a planta em um balde e esperei um tempinho e fui cutucando com calma para soltar o substrato q ali havia. Perfeito ! Consegui a meta, acredito que ficou 95% das raízes!
 

E nesse processo de lavagem, uma coisa me chamou a atenção, achei uma pedra grande no meio do substrato! Uma pedra branca, e ela cabia entre o nebari ! A base encaixava certo, mas as laterais ficava um espaço de 1 cm, até passou pela minha cabeça em fazer sobre pedra, pois o nebari era legal.
 

Mas deixei isso de lado, pois uma coisa estranha acabava de acontecer! Achei uma bolinhas presas as raízes! Bom de início achei q poderia ser osmocote, mas não era! Acredito que era nematóides.
 

Tentei tirar um por um! Tinha muitos, e já fiquei preocupado. Tenho q limpar essas raízes! Com o tempo hj estava chovendo e bem fresco tive tempo de sobra para fazer essa limpeza sem q as raízes sofressem, mesmo eu molhando elas de minutos em minutos.
 

Após essa limpeza, coloquei a planta em um recipiente com água e complexo b ( 1 litro de água para 2 comprimidos de beum ) deixei por 30 minutos até que eu pudesse limpar as coisas e preparar a cuia para o transplante, coloquei pedrisco de rio número 2 no fundo uma camada de 1 cm mais ou menos e depois coloquei o substrato que eu já havia preparado uns dias atrás, um 50/50.
 

Organizei as raízes do piteco, não tive necessidade de cortar nada neste momento, e coloquei um disco de plástico em baixo da planta, para que as raízes sejam direcionadas para as laterais, facilitando depois o envasamento.
 

Plantei e depois cobri com 2cm caqueira o substrato, para fazer uma cobertura.

SEGUNDO trimestre
JUL-AGO-SET/2023

Nesse segundo trimestre, após eu ter feito uma seleção de galhos no primeiro trimestre, eu fiz um falso transplante para o escorredor e bacia, para deixar a árvore para engorda de galhos. Foi adubado com basacote, yshiama, Maruta e bokashi. Substrato para floreiras biomix na proporção de 50/50 no escorredor e 85/15+- na bacia para ter assim uma massa orgânica maior.
 

No final de setembro eu fiz podas para ramificação (aproveitando a nascente das gemas ) sabendo q os galhos ainda tem que engordar, mas achei a hora para poda, pois se eu podar quando tiver no ponto , quando ramificados iria passar da bitola q eu desejava, então achei que a hora poderia ser agora.
 

Minha árvore vai ser uma árvore de porte baixo, já tenho o primeiro, segundo, o galho de fundo e ápice, esse último foi o único que não podei.
 

Agora, aguardar a nova brotação desse início de primavera para poder ir trabalhando a ramificação e fazer os patamares, e construir a copa da árvore, aguardando também engrossar mais o galho, essa é a meta para os próximos trimestres.
 

Ganhar ramificação e conicidade nos galhos.

A parte de trás desta árvore tinha um machucado e estou trabalhando neste pedaço de madeira morta e passando calda.
 

Ainda não está formada do jeito que eu quero, esse novo trimestre com a redução de massa verde da poda que eu fiz eu devo ter mais acesso ao local para poder trabalhar a madeira morta.

TERCEIRO trimestre
OUT-NOV-DEZ/2023

Neste terceiro trimestre, eu segui fazendo adubações e podas , substitui o galho de sacrifício por outro líder.

Vou continuar com as adubações orgânicas, e aguardar a estruturação da copa.

A foto extra é da vista superior.

SITIO ESTACAO VERDE.png
PEPE BONSAI DISPLAY.png
HITEC BONSAI.png
STORRES ESTOJOS ARTEZANAIS.png
FLAVIO CERAMICA ARTEZANAL.png
FILHOTAO DE CUTELEIRO.png
bottom of page